Morre Eddie Clarke, ex-guitarrista do Motörhead, aos 67 anos

Eddie Clarke morreu em decorrência de uma pneumonia (via EXTRA)

Foto: Reprodução/Facebook

O guitarrista Eddie Clarke, ex-integrante da banda Motörhead, morreu nesta quarta-feira, aos 67 anos. De acordo com a página oficial do grupo de heavy metal no Facebook, o músico faleceu em decorrência de complicações geradas por uma pneumonia. "Morreu em paz", segundo a postagem na rede social.

"Estamos devastados por divulgar que soubemos mais cedo... Edward Allan Clarke — ou, como todos conhecíamos e amávamos, Fast Eddie Clarke — morreu em paz", informa a mensagem publicada. Eddie fez parte da banda de 1976 a 1982.

O baterista Mikkey Dee, que integrou a banda de 1992 a 2015 — data da morte do líder Lemmy e subsequente fim da banda — frisou que a perda do guitarrista era "péssima notícia" e chamou Clarke de "último dos três amigos". Dee ressaltou que se encontrou com o amigo há pouco tempo e o viu "em ótima forma".

"Isso é um completo choque. Eu e Eddie sempre nos demos muito bem. Eu estava ansioso para vê-lo no Reino Unido neste verão. Agora Lem e Philthy podem tocar com Eddie de novo. Se vocês escutarem com cuidado, tenho certeza que poderão ouvi-los", frisou o baterista, em referência a Lemmy e ao baterista Phil Taylor, morto em 2015.

Dee pediu que o amigo, lá do céu, continuasse no rock n' roll, afinal a "família Motörhead não esperaria nada menos que isso" dele.

Já Phil Campbell, que tocou guitarra no grupo de 1984 até a dissolução da banda, também considerou a morte "um choque" e ressaltou que Clarke "será lembrado pelo icônicos riffs, como um verdadeiro roqueiro".


Publicidade